Asma e Bronquite – Tratamento, Sintomas e Causas

Quando se fala em asma e bronquite é importante ressaltar que são duas coisas diferentes. A Primeira trata-se de uma doença crônica que ataca as vias respiratórias, que por sua vez reduz o fluxo de ar. Já a segunda é uma inflação nos brônquios (tubos responsáveis que ligam a traqueia e os pulmões). Além disso, a bronquite pode existir de dois tipos, a saber, bronquite aguda e a bronquite crônica e possuem causas diferentes, assim como primeira (asma).

Asma e Bronquite

Asma e Bronquite – Tratamento, Sintomas e Causas

Causas

Cabe salientar que a asma tem sua causa relacionada a fatores genéticos e ambientais. Além disso, um dos sinais está nas crises de falta de ar, que ocorre devido ao edema da mucosa dos bronquíolos, além da produção excessiva de muco nas vias aéreas e a contração da musculatura lisa das vias aéreas.

A bronquite por sua vez é causada por vírus ou bactéria, que pode perdurar por alguns dias ou até semanas, quando falamos em bronquite aguda. Já a bronquite crônica tem como causa, uma infecção que dura até anos. É sempre bom ficar atento, pois ela estreita as vias aéreas, enchendo de muco, o que acaba reduzindo a passagem de ar.

Sintomas

Os sintomas da asma são diversos, entre eles: a tosse (que pode vir acompanhada de catarro, como da cor de clara de ovo), dificuldade em respirar, dor no peito e inchaço. Além de alguns dos sintomas da asma, a bronquite trás consigo a cianose, febre e falta de apetite. Por isso, a importância de um diagnóstico médico para se apurar as possíveis alteração do organismo, dessa forma o mesmo indicará o tratamento correto e ideal para cada uma delas.

Tratamento Asma e Bronquite

No tocante ao tratamento, a dica é o paciente passar por uma avaliação médica, pois o mesmo listará o que deve ou não. Mesmo não tendo nós conhecimento profundo ou perspicácia no assunto, podemos afirmar que, através de algumas pesquisas, o tratamento para bronquite começa com a abstenção do cigarro, não respirar gás tóxico ou qualquer tipo de poluição.

Para a asma o tratamento inicia com o cuidado com o ambiente em que vive, não importa se é em casa ou no trabalho. O consulta periódica também faz parte, uma vez que os medicamentos indicados servirão para aliviar e prevenir de crises.

Lembrando que antes de qualquer coisa, o médico sempre será o canal para que o seu tratamento seja seguido conforme o planejamento, pois, só assim, o paciente saberá controlar a doença e a inflamação que tem acometido milhares de pessoas em todo o mundo